Prisão por porte ilegal de arma e embriaguez ao volante movimentaram a PM nas últimas horas em Itapejara
Publicado em 29/01/2019

A movimentação da Policia Militar de Itapejara D’ Oeste, foi intensa nas ultimas 24 horas. Uma perseguição cinematográfica, culminou na detenção de dois indivíduos.

Tudo começou quando a equipe radiopatrulha, juntamente com a equipe de apoio da sede do 3º BPM, realizavam uma Operação de Trânsito no município, e ao dar ordem de parada ao condutor de um veículo GM/Vectra, o mesmo, não acatou a ordem.

Diante da situação, a polícia iniciou o acompanhado tático, sendo que diversas vezes o condutor arremessou o veículo contra a viatura policial. O veículo somente parou já nas proximidades da comunidade de Coxilha Rica.

Segundo a Policia Militar de Itapejara, houve a necessidade de efetuar 1 disparo, para que o veículo parasse, pois, o condutor estaria colocando a própria vida em risco, e a vida de outras pessoas. O disparo que foi efetuado pela polícia, atingiu o pneu do carro.

Ao parar o carro, o condutor ainda tentou uma fuga a pé, mas foi alcançado e imobilizado, sendo ainda constatado que estava com sinais de embriaguez. No veículo também estava uma mulher, e na cintura dela foi localizado uma arma de fogo tipo revolver, marca HO, cal. 32, carregado com seis munições intactas, e em seguida na verificação do veículo a polícia encontrou dois estojos deflagrados do mesmo calibre e na arma havia um projétil preso dentro do cano.

 Ao ser questionada sobre a procedência da arma, a mulher relatou que pertencia ao condutor do veículo.

Diante do exposto, foi dado voz de prisão a ambos e o veículo foi recolhido junto ao pátio do Pelotão devido a estar com débitos administrativos. Após a confecção do boletim ambos foram encaminhados junto a arma de fogo e munições até a 5º SDP de Pato Branco para as providências cabíveis ao caso.

O crime de porte ilegal de arma, está previsto no artigo 16 da Lei nº 10.826 de 22 de Dezembro de 2003, com pena prevista de 3 a 6 anos de reclusão e mais multa.  E o crime de embriagues ao volante, está previsto no art. 306 do Código de Trânsito Brasileiro, com penas de detenção, de seis meses a três anos, multa e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor.

Andrio Antunes – Direto da Redação



Postado por: Andrio Antunes
Fotos: Policia Militar