Aeroporto municipal de Pato Branco é inaugurado.
Publicado em 11/01/2019

Foi inaugurado nesta quinta-feira o Aeroporto Municipal Juvenal Loureiro Cardoso, em Pato Branco, Sudoeste do Estado. A data marcou também a chegada do primeiro voo da empresa Azul Linhas Aéreas, partindo de Curitiba, que vai fazer operações semanais atendendo o Sudoeste paranaense e o Noroeste de Santa Catarina.

O Governo do Paraná investiu 2 milhões e 870 mil reais na pavimentação asfáltica, recapeamento e sinalização da pista de pouso, área de escape, pátio de manobras e pista de taxiamento. O Estado também ofereceu incentivos fiscais para a operação da Azul no município.

Ratinho Junior afirmou que o aeroporto e a nova linha comercial serão importantes indutores econômico do Sudoeste. “Uma linha aérea ajuda na parte de negócios e abre a possibilidade de mais empresas virem para cá”, disse ele. “Nenhum país do mundo consegue se desenvolver sem infraestrutura. Precisamos de boas rodovias, ferrovias e aeroportos regionais. É assim que o Brasil deve caminhar. Precisamos fortalecer os aeroportos e voos regionais”, afirmou.

De acordo com a Azul Linhas Aéreas, as saídas de Curitiba serão às quintas-feiras, uma e meia da tarde, com chegada em Pato Branco às duas e cinquenta. Na volta, os voos para Curitiba partem às 4 e 20 da tarde, com previsão de chegada ao Aeroporto Afonso Pena às 5 e quarenta.

 

Para o prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi, o novo aeroporto é um divisor de águas para o desenvolvimento da região. “Este investimento atende a forte demanda do Sudoeste. É um diferencial como atrativo de investimentos e consolidação dos empreendimentos presentes aqui", afirmou ele.

Desde 2017, o aeroporto em Pato Branco recebeu mais de 14 milhões de reais em intervenções estruturais. Além do repasse do Estado, os investimentos foram fruto de parcerias do município com o Governo Federal e com a Associação Empresarial de Pato Branco.

A expectativa da Azul é, a partir de abril, ampliar a malha local, adicionando mais quatro voos entre Curitiba e Pato Branco por semana.

Para incentivar as companhias aéreas a ampliarem a atuação no Paraná, o Governo do Estado reduz o ICMS sobre o querosene de aviação em 2% a cada nova rota criada nos aeroportos do Estado. O incentivo fiscal vai até o limite de 8% e pode beneficiar todas as companhias interessadas em operar no território paranaense.

 

Mais imagens AQUI.



Postado por: Ademir Hanzen
Fotos: José Fernando Ogura/ANPr