Maratonista representará Pato Branco na São Silvestre 2018
Publicado em 03/09/2018

O município de Pato Branco, no Sudoeste do Paraná, terá um atleta, representando a cidade, na corrida São Silvestre 2018. Apoiado pelo município, o maratonista Carlos Aberto Campolina escolheu Pato Branco, para viver e se preparar, com todo o apoio necessário para disputar a competição.

Carlos é de Belo Horizonte MG, mas está morando em Pato Branco PR desde 31 de outubro de 2017. Em entrevista, para a Fan Page do Pato Branco Alerta, ele destacou que é com muito prazer que levará o nome do município.

“Estaremos com o maior prazer participando da São Silvestre, e levando o nome de Pato Branco, com muito carinho e muito respeito aos moradores a prefeitura, e espero dar o máximo de mim” Destacou o atleta.

“O que eu quero aqui no Sul do país, é poder levar para as pessoas o valor que tem o esporte, é poder ver que as pessoas podem ter saúde através do esporte. Infelizmente, nós vivemos em um país em que as drogas predominam, e através do esporte, correndo nas ruas, é um estimulo para as pessoas praticarem esportes, essa é minha forma de contribuir com a sociedade, com a adolescência”. Complementou.

A São Silvestre é a corrida mais tradicional do Brasil, e acontecerá, no dia 31 de dezembro neste ano de 2018, uma segunda-feira. Esta é a 94ª edição da prova.

Nos registros históricos, tudo começou com o jornalista Cásper Líbero, da Gazeta, que se inspirou em uma corrida noturna francesa em que os atletas carregavam tochas. E, após assistir ao evento em Paris, na França, em 1924, ele quis realizar uma prova noturna em São Paulo, cuja primeira edição aconteceu quase ao fim de 31 de dezembro de 1925. Tem esse nome porque homenageia o santo do dia.

A São Silvestre foi disputada na noite de 31 de dezembro até 1988. Em 1989, passou a ser realizada à tarde. Desde 2012 acontece no período da manhã. E desde 1991 o percurso da prova tem 15 km.

Carlos tem 49 anos de idade e um extenso currículo de maratonas, podendo destacar algumas. Foram 8 São Silvestres, 5 maratonas em New York, 2 em Berlim na Alemanha, 1 em Londres, 1 em Chicago, 1 em Buenos Aires na Argentina e 8 meias maratona no Rio de Janeiro.

Durante 10 anos, Carlos Alberto Campolina foi atleta profissional do Cruzeiro. Hoje, o atleta, tem o apoio da prefeitura de Pato Branco, a administração pública, através do departamento de esportes, procura valorizar os atletas da cidade e incentivar o esporte sem medir esforços, contribuindo para com os munícipes.

“A expectativa para correr a São Silvestre é grande, mesmo com 49 anos, a motivação é nova, espero viajar para São Paulo confiante e poder treinar bem, com alegria, com vontade de correr e poder representar a cidade de Pato branco com o apoio da prefeitura” Disse Carlos.

A quase 1 ano residindo em Pato Branco, o maratonista, em preparação para a competição, está aberto para receber, outros patrocínios também, para que consiga estar em São Paulo no dia 31 de Dezembro.

Matéria – Repórter Andrio Antunes.




Postado por: Andrio Antunes
Fotos: